14 de out de 2015

Yo-ho

Admitamos de uma vez por todas
Que tua alma não combina co'a minha
Que teus olhos observam apenas de longe
Enquanto humilho seus sentimentos
Degrado sua imagem

Estar perto de mim doe em ti
Assim como doem nos outros
Todos
Que não são parte de mim
Desgraçados

Eu juro que adoraria
Poder cantar trovas contigo
De rir em lugar seguro
E ser capaz de voltar a algum lugar

A verdade, menina,
Não pede seu choro
Ela não busca nada
Simplesmente não se interessa

A que dita que vou te machucar
Enquanto aprecio docemente seus gritos
Só precisa que nós aceitemos
Que não poderia ser diferente

Somos os prisioneiros de fato
Incapazes de causar qualquer efeito
Apenas passivos
Castigados


E é apenas isso

Nenhum comentário:

Postar um comentário